blackblack

Só existem "vendedores de drogas, porque existem compradores de droga!!

Cronologia do Golpe!

Ao acessar este blog, faça seu cadastro!

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Combate ao uso de drogas ilicitas, fracassou. Somos todos responsáveis?

Resultado de imagem para imagem de combate as drogas O uso de drogas ilícitas constitui, na atualidade, séria e persistente ameaça à humanidade e à estabilidade das estruturas e valores políticos, econômicos, sociais e culturais de todos os Estados e da sociedade. Segundo relatório do CEBRID Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas, a tendência mundial sinaliza que a iniciação no uso indevido de drogas ilícitas tem sido cada vez mais precoce

Não se pode negar que o Brasil possui um Sistema Nacional
de Políticas Públicas sobre as Drogas – SISNAD, instituído pela Lei n. 11.343, de 22 de agosto de 2006, que prescreve medidas para prevenção do uso indevido, atenção e reinserção social de usuários e dependentes de drogas, estabelece normas de repressão à produção não autorizada e ao tráfico ilícito de drogas e define crimes.
Texto extraído da tese Marcos Henrique Machado 
 
A discussão que pretendo provocar aqui, e daqui para frente, é uma velha idéia minha, desde a adolescência de que: "só se vende droga ilícita, porque tem que a compre".
Pronto! Toco numa ferida mal cicatrizada, pois os usuários moderados, que lutam por sua legalização, não admitem essa discussão.
 
Só que lá se vão mais de 35 anos dessa minha fase de vida e, o uso de drogas ilícitas só aumentou, poucos países a legalizaram,e, para mim o motivo de levantar essa polêmica, hoje no Rio de Janeiro, traficantes e milicianos, e até a polícia, se beneficiam da venda dessas drogas, e o muito pior, a violência só aumentou.
Colocar a culpa no estado que não coíbe a violência já virou lugar comum.
 
Quero deixar claro que sou totalmente a favor da legalização de todas droga. Depois administraremos as consequências.
Mas, enquanto isso, que as usa, está sim, alimentando essa violência. Não dá mais para vir com discurso de "isso é botar a culpa no viciado". Não falo aqui do viciado. Dados estatísticos e até depoimentos mostram o consumo para fins apenas recreativos. E aí? Onde compram? Na farmácia? No boteco? De mãos limpas? A resposta é NÃO!
 
Compram de traficantes, que são violentos e estão matando as pessoas de bem, que usam drogas lícitas (como eu).
Este é o primeiro.
 
Vou começar, a partir de hoje esta cruzada. Não aguento mais ver pessoas serem assassinadas, não aguento mais viver numa cidade onde o poder público covarde, se esconde. A mídia canalha mostrando a cidade apartada e pondo a culpa nos morros e nas comunidades. 
 
Os grandes barões do tráfico precisam acabar. E, quem usa, mesmo que seja de forma recreativa, está, sim, contribuindo para que eles fiquem cada vez mais ricos. A violência precisa parar!
Pare de comprar!
Eles não terão a quem vender.